Sabia que escolher o piso ideal pode fazer toda diferença nos cômodos dos ambientes? É isso mesmo! Você precisa conhecer os diversos códigos dos tipos de piso que existem no mercado e qual a resistência de cada um.

Esse conhecimento é importante para que você instale o piso adequado. Isso ajuda a atender às necessidades de cada local, como lugares com fluxo maior ou menor de pessoas, para que o piso seja bem aproveitado. Confira!

O que é PEI do piso?

A sigla PEI significa Instituto de Esmalte para Porcelana, ou seja, é uma escala que trata diretamente da resistência à abrasão que o revestimento do piso tem à intensidade do seu uso em cada local, sem que ele seja deteriorado. Essa informação demonstra a fortaleza ao desgaste na parte superficial do esmalte da placa de cerâmica quando ocorre atrito de objetos ou circulação de pessoas.

Quais os tipos de piso e as suas funcionalidades?

Os revestimentos de pisos são confeccionados para atender a demanda de cada ambiente. Os pisos cerâmicos, por exemplo, são apresentados por meio de códigos que os classifica conforme a sua utilização e local de aplicação.
  • PEI 1
    Os pisos de cerâmica PEI 1, são materiais com baixa taxa de resistência à fricção. São mais indicados para cômodos em que as pessoas andam com os pés descalços ou com chinelos, ou ainda que exige um nível de limpeza leve, como quartos e banheiros tipo lavabo.

  • PEI 2
    O PEI 2 dos pisos de cerâmica, define que ele tem média resistência de abrasamento. Portanto, pode ser aplicado em cômodos residenciais, salas empresariais, paredes e outros espaços em que as pessoas possam andar de sapatos, com exceção de cozinhas e áreas externas.

  • PEI 3
    A resistência do piso PEI 3 está entre média e alta. Pois, pode ser utilizado em locais com um número maior de pessoas e atritos, ou lugar que requer limpeza em níveis mais intensos, como cozinha, halls, corredores e sacadas.

  • PEI 4
    O piso de cerâmica PEI 4 pode ser aplicado em ambientes internos e externos. Lugares comerciais onde acontece pouco trânsito de pessoas ou em cômodos da casa que tem alta locomoção. Por exemplo, escritórios, locais públicos, lojas, garagem etc.

  • PEI 5
    Esse índice de PEI é um dos mais elevados. Por essa razão, é mais aconselhado para áreas externas de casas e estabelecimentos frequentados por grande fluxo de pessoas continuamente. Pode ser aplicado em shoppings, aeroportos e outros diversos locais. Mesmo que sejam bastante friccionados, a sua superfície não sofre danos, pois é confeccionado especialmente para suportar esses impactos.


Como vimos, existe uma diversidade de pisos que podem ser bem utilizados quando o usuário sabe escolher o piso ideal para a sua construção. Ao fazer a opção correta, alguns benefícios podem ser coletados, como maior durabilidade do revestimento, proteção da aparência, facilidade de limpeza e outras vantagens para o recinto, e para os que frequentam o espaço.

Achou interessante conhecer os diferentes tipos de revestimentos para pisos e as suas funcionalidades? Vamos propagar essa informação? Que tal compartilhar este artigo nas suas redes sociais? Assim as pessoas também vão ter os mesmos conhecimentos que você.
Tecnologia
iSET - Plataforma de E-commerce para criar loja virtual
Plataforma de E-commerce para criar loja virtual